A bolha do Bitcoin Estorou?

Caros leitores,

Seguindo nossa idéia inicial de sempre analisar as moedas digitais com um olhar mais técnico, mas sem se esquecer do lado financeiro, a FirtCube, continua acompanhamento o BitCoin, precursor das moedas digitais com o intuito de entender o cenário tecnológico e financeiro por trás da operação do Bitcoin.

No dia 22 de Dezembro de 2017, muitas pessoas se assustaram com a queda de mais de 25%, no valor do Bitcoin.

Em poucas horas a maior moeda digital do mundo, o Bitcoin, despencou perdendo mais de 25% do seu valor e levando com sigo todas as demais moedas digitais.

Aqui no Brasil percebemos que a queda foi muito maior que a anunciada no exterior, a empresa Mercado BITCOIN, registrou a mínima de 28k e máxima 56K, ou seja, muito mais que a queda de 25% registrados no exterior.

O Bitcoin em Dezembro chegou a registrar o seu valor máximo (US$20mil), mas caiu para US$13mil no dia 22 de Dezembro perdendo mais de 35% do seu valor, sendo a maior queda registrada em 4 anos.

Mesmo assim o Bitcoin registra um valorização de 30% no mês de Dezembro, superando todas as demais aplicações financeiras no Brasil.

A empresa Mercado BITCOIN que é uma das empresas analisadas pela FirstCube, tomou um decisão arbitrária, onde impediu que seus clientes realizarem as transações de compra/venda e transferência. Em seu Twitter a empresa se defende informando que houve instabilidade em seus serviços.

Será que a instabilidade foi técnica, muitos sites que operam a moeda, falam do aumento de transações no site do Blockchain, mas vamos verificar no gráfico abaixo:

O gráfico acima mostra que a média de transação do site é de mais ou menos 300.000 mil transação por dia, por isso um pico de 387.000 como aconteceu em 17/12/2017 não deveria prejudicar as operações de compra/venda e transferencia.

O Site ainda não divulgo a quantidade transações ocorridas no dia 22 de Dezembro, por isso vamos aguardar.

Como especialistas em hospedagens de site e desenvolvimento, a FirstCube entende que a empresa deveria estar preparada para um tráfego de pelo menos 2 a 3 vezes a média registrada no ano.

Mas voltando na valorização do Bitcoin, mesmo com tudo isso, ele registra um valorização de 30% no mês de Dezembro, superando todas as demais aplicações financeiras no Brasil.

O Gráfico ao lado mostra movimentação da moeda Bitcoin nos último 30 dias.

Podemos observar que após atingir  US$19.7K a moeda inicio uma tendência de queda que se acentuou no dia 22 de Dezembro

Como esse artigo foi escrito no dia 23 de dezembro, podemos observar que a moeda inicia uma tendência de alta subindo para US$14.7K

 

 

 

Muitos analistas acham que esse movimento no Brasil, é natural e foi realizado por grandes Traders que aproveitaram o final do ano para realizarem lucros.

Em 2018, com muitos Traders olhando para as moedas digitais como uma forma de ganhos rápidos, poderemos ter um cenário diferente dos encontrados até novembro de 2017, e as oscilações poderão se repetir com maior frequência, quando grandes vendedores e compradores realizarem os seus negócios.

A FirstCube no mês de Dezembro realizou o estudo de 3 empresas no Brasil e uma no exterior, em breve estaremos colocando aqui no Blog um artigo falando sobre as dificuldades de operar as Criptomoedas no Brasil